Trechos I

Meu pensamento muitas vezes segue circuitos espirais de realimentação – idéias que vão recebendo adições como o fluxo de um rio recebe afluentes, para depois chegar a um estuário, evaporar e voltar a seu leito, com águas misturadas. Quando estou cansado ou sob algum tipo de stress, chega um momento em que me distraio e a espiral adquire contornos estranhos: se formam idéias sem muito sentido, e quando páro para analisar, não encontro indício de onde vieram. Há alguns anos isso me desconcertava um pouco, chegando a prolongar a insônia ou quebrando meu ritmo de produção. Hoje em dia aprecio essas idéias como quem desfruta de um haikai. Elas não sobrevivem a explicitação em texto, então não vou tentar repetir aqui.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: