O Mito de Origem

novaes, no ‘dizobbedience … > » O Mito de Origem

entende-se aqui a extensão do indivíduo nos mitos que partilha, onde ele e seu tótem são uma coisa só, indistinta. Essa contribuição ao entendimento nada atomizado do indíviduo participa de uma visão política que combate não só a falsa meritocracia liberal, bem como chama atenção para a relação entre seres viventes e não viventes, ou sobre o que é lixo nas coisas que detêm projetos humanos depositados.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: